Cavalo recebe medalha por combater na 1ª Guerra Mundial 

Animal é o 67º a receber a menção honrosa no Reino Unido

O governo britânico entregou uma medalha póstuma de heroísmo a um cavalo pela sua contribuição na 1ª Guerra Mundial (1914-1918).

A Cruz Vitória, premiação que honra os animais utilizados nas forças armadas britânicas, foi recebida pelo neto do dono do equino durante uma cerimônia do Museu Imperial de Guerra em Londres.

Warrior, ou o "cavalo que os alemães não conseguiram matar", como também é conhecido, serviu na frente de batalha durante os quatro anos do conflito e sobreviveu a ataques aéreos e a bombas.

Segundo o governo britânico, o animal foi um "verdadeiro sobrevivente" e sua história mostra "o papel vital dos milhares de animais" na 1ª Grande Guerra.

Outros 66 animais já receberam essa menção honrosa, entre eles 32 pombas, 29 cachorros, quatro cavalos e um gato.