Internacional Chanceler austríaco se reunirá com Putin nesta segunda, em Moscou

Chanceler austríaco se reunirá com Putin nesta segunda, em Moscou

Karl Nehammer continuará suas visitas no Leste Europeu após encontrar Volodmir Zelenski na Ucrânia neste sábado (9)

Agência EFE
Chanceler austríaco Karl Nehammer em visita à Ucrânia

Chanceler austríaco Karl Nehammer em visita à Ucrânia

Sergei Supinsky/AFP - 9.4.2022

O chefe de governo da Áustria, Karl Nehammer, se reunirá nesta segunda-feira (11) em Moscou com o presidente russo Vladimir Putin, em encontro que, segundo anunciou neste domingo (10), buscará estimular o diálogo entre Rússia e Ucrânia e apontar os crimes de guerra cometidos pelos militares russos.

Nehammer disse à imprensa que a iniciativa partiu dele e que tinha informado as autoridades da União Europeia e o presidente ucraniano Volodmir Zelenski, a quem visitou em Kiev no sábado (9).

O chanceler disse estar determinado a fazer tudo o que estiver ao seu alcance "para assegurar que sejam tomadas medidas no sentido da paz", informou a agência APA. No entanto, admitiu que as hipóteses de sucesso são escassas.

Nehammer explicou que planejou a visita durante a viagem à Ucrânia neste fim de semana para, como ele disse, mostrar apoio ao país.

O político conservador disse em Viena que tinha discutido sua viagem a Moscou com a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, e também com o chanceler alemão, Olaf Scholz.

A Áustria é membro da União Europeia, mas não da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), e defendeu o seu estatuto de país neutro para não enviar armas à Ucrânia, mas condenou veementemente o ataque da Rússia, denunciou crimes de guerra cometidos pelas tropas russas e participou das sanções agora emitidas pela União Europeia.

Apesar da posição de neutralidade, a Áustria é um dos países do bloco que se opõem mais fortemente à compra de gás russo, do qual a sua economia é altamente dependente.

Últimas