Internacional China faz 21 incursões em Zona de Identificação de Defesa Aérea de Taiwan 

China faz 21 incursões em Zona de Identificação de Defesa Aérea de Taiwan 

Ações ocorreram após a presidente da Câmara dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, chegar à ilha

  • Internacional | Do R7, com AFP

Telão exibe imagens de aviões do Exército chinês, em Pequim

Telão exibe imagens de aviões do Exército chinês, em Pequim

Tingshu Wang/Reuters - 2.8.2022

O governo de Taiwan informou que a China fez 21 incursões em sua Zona de Identificação de Defesa Aérea nesta terça-feira (2). As ações ocorreram após a chegada da presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, à ilha, apesar das ameaças chinesas.

Nesta manhã, a China havia advertido que o governo dos Estados Unidos "pagaria o preço" se a presidente da Câmara visitasse Taiwan.

"Os Estados Unidos carregarão a responsabilidade e pagarão o preço por minar a soberania e a segurança da China", disse à imprensa a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying.

Últimas