Internacional 'Como uma bomba': cidade de Mayfield é devastada por tornado

'Como uma bomba': cidade de Mayfield é devastada por tornado

Estado do Kentucky (EUA) foi alvo de tornado que já deixou 70 mortos. Governador prevê que o número possa passar dos 100

AFP
Presidente Joe Biden descreve tornados nos EUA como uma 'tragédia inimaginável'

Presidente Joe Biden descreve tornados nos EUA como uma 'tragédia inimaginável'

GUNNAR WORD/AFP

Após uma angustiante noite de escuridão total, Alex Goodman se deparou neste sábado (11) com a devastação provocada por um potente tornado em sua cidade, Mayfield, no Kentucky: "É como se uma bomba tivesse explodido no nosso bairro".

O dia amanheceu com quarteirões de casas devastados, prédios desabados, árvores arrancadas, grandes edifícios com o telhado arrancado, veículos empilhados e reduzidos a escombros.

Há dezenas de mortes confirmadas, mas teme-se que haja muitas mais. O governador do Kentucky chegou a dizer que prevê que o número de mortos só neste estado possa passar dos 100.

Goodman sobreviveu à passagem de um dos tornados. "Estávamos no porão", contou à AFP.

Patrimônio apagado

"A luz piscou e depois faltou [energia]. Dava para sentir a casa vibrando. A força do vento e da chuva era incrível. Senti medo", disse Goodman, de 31 anos, que se tornou mãe recentemente.

Uma vez passado o tornado, seu marido e seu pai tiveram que cortar as árvores derrubadas pelo vento para chegar ao seu carro.

Sem as luzes de Natal para se orientar, sem iluminação pública e com o serviço telefônico afetado, eles tiveram que se esforçar para saber como estavam amigos, vizinhos e parentes. "Somos uma comunidade pequena e unida", garante Goodman.

Então, a luz do dia revelou a proporção do desastre. "Moramos em um município histórico e todo o nosso patrimônio histórico foi apagado. Temos quatro igrejas antigas, nosso juizado, nosso banco [...] Tudo ficou destruído", explica.

Escavações noturnas nos escombros


Um dos prédios mais afetados foi uma fábrica de velas, onde cerca de 100 funcionários trabalhavam em turnos noturnos para atender à demanda das festas de fim de ano. O prédio desabou parcialmente.

Ivy Williams foi à fábrica à noite, em busca da esposa, Janine, funcionária da fábrica.

"Recebi um telefonema da minha mulher às 22h e ela me disse que a tempestade estava muito forte. Disse a ela 'o.k.', e desligamos. Então, às 22h30, minha filha ligou para me dizer que o teto tinha caído", contou à CNN.

"Eu me apressei e, quando cheguei lá, [...] não era mais um prédio", continuou.

"Então, participei das operações [de resgate] como pude; consegui pegar duas pessoas, uma mulher e um homem. E continuei dizendo o nome da minha esposa, Janine Williams, sem ter resposta. E no sábado vi um homem com quem ela trabalhava, que me disse que ela estava na lista de pessoas que foram retiradas. Mas não sei aonde a levaram."

A série de tornados que se abateu entre sexta e sábado no centro e no sul dos Estados Unidos também devastou outras áreas do Kentucky, assim como os estados de Illinois, Arkansas, Tennessee e Missouri.

Tornado deixa rastro de destruição no Kentucky (EUA); veja fotos

Últimas