Rússia x Ucrânia

Internacional 'Conflitos como o da Ucrânia não interessam a ninguém', diz Xi Jinping a Biden

'Conflitos como o da Ucrânia não interessam a ninguém', diz Xi Jinping a Biden

O líder da China e o presidente dos EUA conversaram sobre a guerra entre Rússia e Ucrânia nesta sexta-feira (18)

  • Internacional | Reuters e AFP

O presidente chinês Xi Jinping aplaude durante sessão da Assembleia Popular Nacional

O presidente chinês Xi Jinping aplaude durante sessão da Assembleia Popular Nacional

Carlos Garcia Rawlins/Reuters - 11.03.2022

O presidente da China, Xi Jinping, disse ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, nesta sexta-feira (18), que conflitos e confrontos como os eventos que se desenrolam na Ucrânia não interessam a ninguém, de acordo com a mídia estatal chinesa.

As relações entre Estados não podem avançar para um clima de confronto, disse Xi a Biden em uma videoconferência. Segundo ele, "a crise na Ucrânia é algo que não queremos ver".

"Como membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU e como as duas maiores economias do mundo, cabe a nós não apenas orientar as relações China-EUA no caminho certo, mas assumir nossas responsabilidades internacionais e trabalhar pela paz e tranquilidade no mundo", concluiu Xi.

De acordo com a Casa Branca, a conversa entre os líderes durou quase duas horas. Essa foi a quarta conferência entre os presidentes desde a posse de Biden.

O líder americano deveria pedir a Xi Jinping que se distancie do presidente Vladimir Putin, cujas tropas invadiram a Ucrânia em 24 de fevereiro. Desde então, a China evitou condenar a invasão russa e culpou a Otan pelo conflito.

"Conflitos e antagonismos não beneficiam ninguém. Paz e segurança são os bens nos quais a comunidade internacional deveria estar mais interessada", declarou o presidente dos Estados Unidos.

Ataque a Lviv, protestos e doações: veja imagens do 23º dia da invasão da Ucrânia pela Rússia

Últimas