Internacional Confronto entre civis e indígenas deixa vários feridos na Colômbia

Confronto entre civis e indígenas deixa vários feridos na Colômbia

Até o momento, foi reportado que oito membros do Cric (Conselho Indígena Regional de Cauca) teriam sido baleados

Momento em que um civil disparava contra o grupo

Momento em que um civil disparava contra o grupo

Reprodução: Twitter

Autoridades denunciaram que no domingo (9) civis armados dispararam contra um grupo de indígenas que protestava na periferia da cidade de Cali, na Colômbia, deixando vários feridos.

O Cric (Conselho Indígena Regional de Cauca) informou que por volta das 14h20 (local, 16h20 de Brasília), a minga indígena, composta por vários caminhões, foi atacada por uma multidão que se diz "pró-urbana" com conjunto com forças de segurança. Os agentes estavam no local, em Cañasgordas, para remover o bloqueio feito pelos manifestantes.

"Com grande preocupação pelo que aconteceu, até agora recebemos relatos de oito feridos, membros indígenas do Cric que foram baleados", declarou o integrante da Defensoria do Povo Carlos Camargo, que pediu uma investigação sobre os responsáveis pelos ataques.

Por sua vez, a Polícia Metropolitana de Cali informou que respondeu a um pedido de ajuda da comunidade do setor, quando parte da população relatou que estava "sendo atacada por um grupo de povos indígenas".

"Em vídeos publicados, é possível observar os indígenas que estão dispersos pelos complexos residenciais, atirando com armas de fogo e incitando ao terrorismo, saqueando casas e apartamentos da área, ferindo quatro pessoas com armas afiadas e objetos contundentes", disse a polícia.

O presidente da Colômbia, Iván Duque, pediu neste domingo para os indígenas retornarem a seus territórios para evitar confrontos. "É verdade que eles têm o direito de circular, mas, conhecendo esta situação de ordem pública que é vivida, eles também devem enviar uma mensagem clara para que retornem às suas reservas", declarou Duque.

Últimas