Internacional Conheça a ursa mãe de três filhotes que matou um homem na Itália e teve seus irmãos abatidos

Conheça a ursa mãe de três filhotes que matou um homem na Itália e teve seus irmãos abatidos

Gaia nasceu em 2006 na Eslovênia e foi comprada pela Itália como parte de projeto para preservar a população de ursos alpinos

  • Internacional | Do R7

Gaia aguarda seu destino após a morte de jovem italiano

Gaia aguarda seu destino após a morte de jovem italiano

Press Office of the Autonomous Province of Trento

No dia 5 de abril, Andrea Papi, um italiano de 26 anos apaixonado por montanhas, saiu de sua casa na região de Trento para correr, mas não voltou. Seu corpo foi encontrado na floresta e a autópsia atribuiu a causa da morte a um ataque de urso.

Logo a investigação descobriu quem era o animal: uma ursa chamada Jj4, ou Gaia, nascida em 2006, de origem eslovena e que se mudou para as proximidades como parte do programa Life Ursus, iniciativa para preservar a população de espécimes alpinas no país.

Compartilhe esta notícia no Whatsapp
Compartilhe esta notícia no Telegram

Outras fontes afirmam que a ursa teria nascido na Itália e seria, na verdade, filha de um casal de ursos esloveno.

Após ser capturado, o animal foi sedado e entregue a um centro de segurança para aguardar sua sentença. Seus três filhotes foram libertados.

A ordem de caçar e abater a ursa, que pesa mais de 400 kg foi revogada pelas autoridades italianas na última semana.

O deputado local Maurizio Fugatti apresentou um recurso contra a decisão, mas organizações saíram em defesa do animal, o que acabou tornando o caso conhecido mundialmente. A própria família de Andrea Papi afirmou não querer a morte de Jj4.

Irmãos mortos


Notícias publicadas após o ataque informam que os irmãos de Gaia demonstraram ao longo dos últimos anos comportamentos perigosos para os humanos, embora perfeitamente compatíveis à vida selvagem. JJ1, também conhecido como Bruno, morava na Alemanha e, além de roubar mel, começou a atacar grupos de rebanhos. Foi sacrificado.

O urso Jj3, irmão de Jj1 e Jj4, também foi abatido. Ele vivia na Suíça e já havia ido várias vezes a centros habitados em busca de alimento: confiava demais nos humanos, o que ameaçava a comunidade local. Estima-se que existam entre cem e 120 ursos pardos na região.

As autoridades italianas informaram que Gaia já havia atacado dois caçadores em 2020, após se sentir ameaçada pelos cães da dupla, que fazia uma trilha. Na época, cogitou-se que Gaia fosse esterilizada, já que poderia atacar humanos para proteger os filhotes.

Além dela, dois machos, MJ5 e M62, também estão sendo monitorados pelos guardas florestais.

Últimas