Internacional Correspondente da rede americana Fox News é ferido na Ucrânia

Correspondente da rede americana Fox News é ferido na Ucrânia

Benjamin Hall teria sido atingido por estilhaços de bala nas duas pernas enquanto trabalhava nos arredores da capital, Kiev

AFP
Benjamin Hall trabalha como correspondente para a Fox News na Ucrânia

Benjamin Hall trabalha como correspondente para a Fox News na Ucrânia

Reprodução Site/Fox News

Um correspondente da Fox News foi ferido e hospitalizado nesta segunda-feira (14) enquanto cobria a invasão russa da Ucrânia, informou a rede de televisão americana. Benjamin Hall, um britânico que cobre o Departamento de Estado para a emissora, foi atingido enquanto apurava notícias nos arredores de Kiev.

"Temos um nível mínimo de detalhes no momento, mas Ben está hospitalizado e nossas equipes em campo estão trabalhando para reunir informações adicionais", afirmou.

Irina Venediktova, a procuradora-geral da Ucrânia, disse em um post no Facebook que um jornalista britânico havia sofrido ferimentos de estilhaços nas duas pernas. Ela não identificou o jornalista, mas publicou uma foto de um passe de imprensa do Congresso dos Estados Unidos pertencente a um repórter da Fox News.

Em um comunicado, a Associação de Correspondentes do Departamento de Estado disse estar "horrorizada ao saber que nosso colega correspondente Benjamin Hall foi ferido enquanto cobria a guerra na Ucrânia".

"Conhecemos Ben por seu calor humano, bom humor e extremo profissionalismo", declarou. "Desejamos a Ben uma rápida recuperação e pedimos o máximo de esforços para proteger os jornalistas que estão prestando um serviço inestimável por meio de sua cobertura na Ucrânia."

No domingo (13), um jornalista americano foi morto a tiros e outro foi ferido em Irpin, um subúrbio na linha de frente de Kiev onde ocorreram alguns dos combates mais ferozes desde que a Rússia invadiu o país.

O documentarista Brent Renaud, de 50 anos, estava trabalhando para a Time Studios em um projeto sobre questões globais de refugiados, segundo o veículo de comunicação. A Federação Internacional de Jornalistas identificou o repórter ferido como o fotógrafo americano Juan Arredondo.

Um ucraniano que estava no mesmo carro que os americanos também ficou ferido, de acordo com um socorrista no local.

Últimas