Internacional Covid-19: Rússia bate recorde de novos casos pelo 5º dia consecutivo

Covid-19: Rússia bate recorde de novos casos pelo 5º dia consecutivo

País contabilizou nas últimas 24 horas 34.325 pacientes que foram contaminados pelo novo coronavírus, a maioria em Moscou

Agência EFE
Pelo 5º dia consecutivo a Rússia bateu recorde de novos casos de Covid-19

Pelo 5º dia consecutivo a Rússia bateu recorde de novos casos de Covid-19

MAXIM SHIPENKOV/EFE

A Rússia registrou nesta segunda-feira (18) mais 34.325 casos de Covid-19, o que representa o quinto dia consecutivo de quebra de recorde de contágio durante a pandemia, de acordo com o centro de combate à doença no país.

Além disso, o número de mortes, que no sábado superou a barreira de 1.000 de maneira inédita, foi de 998, uma a mais do que ontem.

Desde que o novo coronavírus começou a se propagar no território russo, já foram contabilizadas 224.310 vítimas da infecção, embora estatísticas não oficiais apontem que a quantidade pode ser até três vezes maior.

Moscou, o principal foco de contágio na Rússia, registrou nas últimas 24 horas mais 6.823 casos, novo recorde ao longo da pandemia, e 69 mortes.

O prefeito da capital, Serguey Sobyanin, admitiu que a piora da situação epidemiológica pode obrigar à adoção de restrições temporárias, embora tenha adiantado que não haverá paralisação da atividade econômica na cidade.

Para agilizarem a detecção de casos, as autoridades moscovitas anunciaram a abertura de novos 30 centros destinados ao diagnóstico, que se somam aos 20 existentes, onde a população pode fazer testes rápidos para a Covid-19, com resultado verificado em 15 minutos, gratuitamente.

Na segunda maior cidade da Rússia, São Petersburgo, o balanço divulgado hoje indica o registro de 3.097 positivos e de 65 óbitos nas últimas 24 horas.

O país segue sendo o quinto com maior número de casos desde o início da pandemia, ficando atrás apenas de Estados Unidos, Índia, Brasil e Reino Unido, com mais de 8 milhões de notificações.

Para tentar conter a propagação, continuam sendo feitos apelos e campanhas para que a população se vacine, o que vem acontecendo de maneira lenta, apesar de a Rússia contar com produção própria de imunizantes.

De acordo com dados oficiais, no país 47,5 milhões de pessoas contam com esquema completo, o que representa apenas 32,5% dos habitantes.

Últimas