Internacional Cristina Kirchner será julgada por 'escândalo dos cadernos'

Cristina Kirchner será julgada por 'escândalo dos cadernos'

Candidata à vice-presidência era investigada por supostamente participar de rede que pagava propina ao governo em troca de contratos de obras públicas

Caso foi revelado em agosto de 2018

Caso foi revelado em agosto de 2018

Agustin Marcarian/ Reuters - 21.5.2019

Um juiz federal da Argentina decidiu nesta sexta-feira (20) levar a julgamento a ex-presidente Cristina Kirchner e os demais acusados pelo "escândalo dos cadernos", no qual a atual candidata à vice-presidência era investigada por supostamente integrar uma rede de propinas pagas por empresários a integrantes do governo em troca de contratos de obras públicas.

Segundo informaram fontes jurídicas à agência EFE, o magistrado Claudio Bonadio, encarregado do caso, decidiu concluir as investigações e levar a questão para os tribunais.

O caso foi revelado em agosto de 2018, quando uma reportagem revelou os cadernos preenchidos durante mais de uma década por um motorista que detalhou as viagens feitas por Buenos Aires para a entrega de bolsas com milhões de dólares a altos cargos do governo kirchnerista.

Últimas