Internacional Ditador da Venezuela, Nicolás Maduro defende moeda latino-americana e caribenha

Ditador da Venezuela, Nicolás Maduro defende moeda latino-americana e caribenha

Brasil e Argentina debatem o assunto antes da abertura da cúpula dos países-membros da Celac em Buenos Aires

  • Internacional | Do R7

Ditador da Venezuela, Nicolás Maduro

Ditador da Venezuela, Nicolás Maduro

Rayner Peña R./EFE - 23/01/2023

O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, se posicionou a favor da criação de uma moeda única para os países da América Latina e do Caribe. 

O presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e o presidente da Argentina, Alberto Fernández, publicaram, no sábado (21), no site argentino Perfilum artigo no qual citaram o início de conversas para adoção de uma moeda comum sul-americana para transações comerciais.

Em uma publicação em seu perfil oficial no Twitter, o líder venezuelano afirmou que seu país está preparado para essa mudança e que apoia a iniciativa.

O novo dinheiro seria uma alternativa para Cuba e Venezuela driblarem as sanções econômicas que sofrem de diversos países, como os Estados Unidos.

A moeda também seria uma forma de tentar impulsionar a economia argentina que hoje tem uma baixa reserva em dólares.

A cúpula da Celac (Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos) reúne representantes dos 32 países-membros em Buenos Aires.

Os ditadores Maduro e Daniel Ortega, da Nicarágua, não vão participar do encontro. Ortega estaria até mesmo com medo de ser preso por ter uma denúncia na Justiça argentina por violação dos direitos humanos.

Últimas