Reino Unido

Internacional Dona encontra gato que estava perdido há 10 anos no Reino Unido

Dona encontra gato que estava perdido há 10 anos no Reino Unido

Animal foi localizado na cidade de Wigan, a 400 quilômetros de distância de onde vivia com sua tutora

  • Internacional | Maria Cunha*, do R7

Resumindo a Notícia

  • Animal desapareceu de sua casa em Weymouth, no condado de Dorset, no Reino Unido
  • Durante anos, sua dona colocou anúncios e atualizou as postagens nas mídias sociais
  • Foi um veterinário de Manchester que ligou para avisar que Chubby tinha sido encontrado
  • Gato foi encontrado em escola por uma senhora que percebeu que o animal não estava bem
Donna Gallacher encontrou seu gato após dez anos

Donna Gallacher encontrou seu gato após dez anos

Reprodução Facebook/Donna Liane/Montagem R7

A britânica Donna Gallacher, de 40 anos, vivia sem seu gato de estimação desde 2012, quando o animal desapareceu de sua casa, em Weymouth, no condado de Dorset, no Reino Unido. O que ela não esperava era que, após dez anos, Chubby seria encontrado a 400 km de distância. 

A tutora criou Chubby desde que ele era um filhote e trabalhou incansavelmente para encontrar o pet. Durante anos, ela pôs anúncios em jornais locais, distribuiu panfletos e atualizou regularmente as postagens nas mídias sociais. 

"Continuei atualizando e compartilhando, e faço isso há anos", disse Donna ao tabloide britânico Mirror. 

Donna estava quase desistindo de encontrar o felino quando foi surpreendida com uma ligação. Um veterinário de Manchester telefonou para avisar que Chubby tinha sido encontrado no mês anterior em Wigan, no norte da Inglaterra.

A britânica conta que o gato foi encontrado em uma escola por uma senhora que percebeu que o animal não estava bem. "Ele era muito, muito negligenciado. Estava cheio de pulgas, pele e osso. Então, ele não podia se defender sozinho", diz Donna. 

Ela afirma que foi um momento "surreal" quando descobriu que Chubby voltaria para casa, acrescentando que o gato está feliz. "Desde que percebeu que está seguro, ele se espalhou e se sentiu em casa. Ele está amando a vida."

A britânica ainda diz que vai compensar os anos em que o animal esteve fora. "Ele vai ser mimado e viver seus anos em paz e conforto."

*Estagiária do R7, sob supervisão de Pablo Marques

Últimas