Dorian segue ativo no Canadá, enquanto Gabrielle ganha força

Além de furacões, boletim do Centro Nacional de Furacões dos EUA mostrava duas depressões tropicais sem muita possibilidade de se tornarem ciclones

Furacão Dorian segue ativo pelo Canadá

Furacão Dorian segue ativo pelo Canadá

Reprodução Twitter

Dorian se mantém presente como ciclone pós-tropical no Canadá, enquanto a tempestade Gabrielle ganha certa força no Atlântico antes de voltar a enfraquecer na segunda-feira (9), informou neste domingo (8) o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos.

Além de Dorian e Gabrielle, o boletim das 11h (hora local; 12h em Brasília) do NHC mostrava duas depressões tropicais, por enquanto sem muita possibilidade de se tornarem ciclones.

No momento da divulgação do boletim, Dorian estava 30 milhas (50 km) a leste-sudeste de Cape Whittle, em Quebec, e 105 milhas (170 km) ao norte de Cape St. George, na província de Terra Nova e Labrador, e avançava para o nordeste a 25 milhas por hora (41 km/h).

O centro de Dorian se move sobre o golfo de St. Lawrence com ventos máximos de 75 milhas por hora (120 km/h).

Dorian tocou o solo de novo na noite de sábado, dessa vez perto da província canadense de Nova Escócia, onde os ventos com força de furacão ocasionaram a queda de um guindaste sobre um edifício em construção.

Antes, tinha tocado a terra nos Estados Unidos e nas Bahamas, onde devastou várias ilhas e provocou pelo menos 43 mortes até o momento.

Enquanto isso, o centro de Gabrielle avança para norte-noroeste a 12 milhas por hora (19 km/h) e se encontra 1.260 milhas (2.030 km) a oeste das ilhas dos Açores com ventos máximos sustentados de 60 milhas por hora (95 km/h).

Os meteorologistas do NHC preveem neste domingo um giro para o norte, seguido de outro, na segunda-feira, para o nordeste com um aumento na velocidade de deslocamento. É possível que ocorra algum fortalecimento até a segunda-feira, mas a tendência é que enfraqueça à noite.