Douglas se converte no primeiro furacão da temporada do Pacífico

Tormenta tropical está perto do México e ganhou força nas últimas horas, mas ainda está na categoria 1, a mais fraca, na escala Saffir-Simpson

Furacão Douglas é primeiro na temporada

Furacão Douglas é primeiro na temporada

NOAA/NHC/EFE - 22.7.2020

A tormenta tropical Douglas se converteu no primeiro furacão da temporada do Pacífico, após ganhar força nas últimas horas, embora não gere alterações climáticas na costa do México, onde está próximo, por causa da distância, segundo divulgou nesta quarta-feira (22) o Serviço Meteorológico Nacional (SMN).

De acordo com boletim divulgado pelo órgão estatal, o furacão está classificado na categoria 1, a mais fraca entre as cinco da escala Saffir-Simpson.

O comunicado emitido às 12h (de Brasília) indica que Douglas está a 2.415 quilômetros da cidade turística de Cabo San Lucas, no extremo sul do estado de Baixa Califórnia Sul, e a 2.135 quilômetros de Isla Socorro, no estado de Colima.

Sem riscos

Segundo o boletim mais recente, o fenômeno se desloca a 24 quilômetros por hora, com ventos sustentados de 120 quilômetros por hora, mas com rajadas que chegam a 150 quilômetros por hora.

Como ainda está distante da costa, o Serviço Meteorológico Nacional não emitiu qualquer recomendação para a população, nem para navegantes.

Formado como depressão tropical na segunda-feira, Douglas se tornou tormenta tropical ontem, mas se afastou da costa, sem deixar chuvas mais intensas na região do Pacífico mexicano.

Segundo o prognóstico do SMN, nesta quinta-feira, o furacão pode se tornar categoria 2, ficaria estável nessa condição por dois dias até, no máximo, domingo, voltar a ser uma tormenta tropical.

Pela trajetória que segue, existe a possibilidade de chegar ao Havaí no fim de semana.

Temporada de furacões

A temporada de ciclones tropicais começa, habitualmente, no dia 15 de maio no Pacífico, e em 1º de junho no Atlântico, terminando nas duas regiões em 30 de novembro.