Internacional Eleições nos EUA: controle das duas câmaras legislativas segue indefinido

Eleições nos EUA: controle das duas câmaras legislativas segue indefinido

O Partido Democrata tem desempenho melhor que o esperado e segurou a 'onda vermelha' dos Republicanos

Agência EFE

Resumindo a Notícia

  • Ainda não é possível confirmar quem terá maioria no Congresso americano
  • No Senado, os republicanos garantem 49 cadeiras, contra 48 dos democratas
  • O partido de Biden conseguiu frear a 'onda vermelha' dos rivais republicanos
  • Os democratas 'roubaram' dois estados dos republicanos nas eleições para governador
Funcionária coloca cédulas em máquina de votação em centro eleitoral no Arizona

Funcionária coloca cédulas em máquina de votação em centro eleitoral no Arizona

Jim Urquhart/Reuters - 9.11.2022

O controle das duas câmaras dos Estados Unidos segue pendente, e a situação provavelmente continuará a mesma nos próximos dias, após eleições de meio de mandato muito acirradas, em que o Partido Democrata se saiu melhor que o esperado e na qual não ocorreu a esperada "onda republicana".

Em um país em que não existe um órgão eleitoral central e a indefinição foi protagonista da campanha, os resultados deverão levar alguns dias para ser confirmados, especialmente devido à pequena margem de vantagem para qualquer um dos lados.

No Senado, segundo as projeções, os republicanos aparecem com 49 cadeiras obtidas, contra 48 dos democratas, mas ainda faltam ser decididas cinco disputas, nos estados de Wisconsin, Geórgia, Arizona, Nevada e Alasca.

Segundo as projeções, Alasca, Nevada e Wisconsin teriam representantes republicanos e o Arizona, um democrata. Já na Geórgia seria necessário um segundo turno, vito que nenhum candidato obteve 50% mais um voto — e existe um terceiro concorrente.

Dessa forma, seria necessário esperar esse novo pleito para que se saibam os números definitivos no Senado, no qual o presidente Joe Biden tem maioria, pois, embora haja igualdade de cadeiras, a vice-presidente Kamala Harris tem direito ao voto de minerva, no caso de pleitos empatados.

Enquanto isso, na Câmara dos Representantes, ainda não há informações concretas sobre qual partido terá a maioria dos deputados durante os próximos dois anos.

De acordo com as projeções da imprensa americana, os republicanos garantirão 203 cadeiras, contra 187 dos democratas. Assim, ambos os partidos estão longe dos 219 assentos necessários para garantir a maioria.

Embora ainda faltem talvez dias, talvez semanas para que haja uma radiografia completa da composição do Congresso dos EUA, uma das conclusões já tiradas é que não existiu a prevista onda republicana, e Biden não teve resultados tão ruins como o esperado.

Nas eleições para governador, o Partido Democrata conseguiu tirar dois estados do Republicano: Massachusetts e Maryland, ambos de tendência progressista mas que estavam no controle da oposição.

Últimas