Internacional Empresa suíça realiza o voo sem escalas mais longo da história

Empresa suíça realiza o voo sem escalas mais longo da história

Boeing partiu de Seul, na Coreia do Sul, e chegou a Buenos Aires, na Argentina, após cruzar o céu por 20 horas e 19 minutos

  • Internacional | Sofia Pilagallo, do R7*

Aeronave percorreu 19.483km

Aeronave percorreu 19.483km

Divulgação: Comlux

O Boeing 787-8 Dreamliner, da companhia aérea suíça Comlux, realizou, na última sexta-feira (26), o voo sem escalas com passageiros a bordo mais longo da história, que durou 20 horas e 19 minutos. A aeronave partiu de Seul, na Coreia do Sul, às 12h57 (horário local) e chegou a Buenos Aires, na Argentina, às 21h16 (horário local), após percorrer 19.483km.

A Comlux presta voos fretados luxuosos para diversos grupos com o número grande de pessoas, além de equipes esportivas, chefes de estado, governos e famílias reais. O Boeing 787-8 tem uma autonomia de voo de 14.200km e acomoda até 250 passageiros.

Em entrevista ao portal Simple Flying, a CEO da empresa, Andrea Zanetto, afirmou que toda a equipe ficou emocionada pelo feito de voar tamanha distância com um serviço luxuoso. Ela disse ainda que este talvez tenha sido o voo mais longo que a aeronave poderia fazer.

Anteriormente, o voo sem escalas mais longo da história era mérito da empresa de aviação australiana Qantas, que, em outubro do ano passado, operou um trajeto de 19 horas e 16 minutos. A aeronave partiu de Londres, na Inglaterra, rumo à Sydney, na Austrália, com 49 passageiros a bordo.

*Estagiária do R7 sob supervisão de Pablo Marques

Últimas