Coroação do rei Charles 3º

Internacional Empresas do Reino Unido oferecem brindes a pessoas chamadas Charles ou Camilla

Empresas do Reino Unido oferecem brindes a pessoas chamadas Charles ou Camilla

Homônimos do rei e da rainha consorte podem receber mimos que vão desde cafés até estadias gratuitas em hotéis e resorts

  • Internacional | Do R7

Resumindo a Notícia
  • Empresas do Reino Unido estão oferecendo brindes a pessoas chamadas Charles ou Camilla

  • Objetivo é lucrar com a coroação do rei, que ocorre no próximo sábado (6), em Londres

  • Mimos vão desde desde coisas simples como cafés até férias totalmente gratuitas

  • Para especialista em marketing, algumas dessas ações são pouco inclusivas

Rei Charles 3º ao lado da esposa, a rainha consorte Camilla Parker-Bowles

Rei Charles 3º ao lado da esposa, a rainha consorte Camilla Parker-Bowles

Reprodução Instagram/@theroyalfamily

Empresas britânicas estão oferecendo diversos brindes a pessoas chamadas Charles ou Camilla que moram no Reino Unido, a fim de lucrar com a coroação do rei, que ocorre no próximo sábado (6), em Londres. Os brindes vão desde coisas simples, como cafés, até férias totalmente gratuitas. As informações são do jornal britânico The Guardian.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

A cadeia de resorts Butlin, por exemplo, está oferecendo umas pequenas férias gratuitas no hotel da escolha do cliente, com direito a refeições premium e a chance de ver a gravação de um reality show de talentos. O benefício será oferecido a todos aqueles que se chamam Charles ou Camilla, ou até mesmo Charlie, Charli, Charl, Kamilla ou Cammie.

A Warner Holidays, outra empresa de hotéis, também entrou na onda e está oferecendo aos homônimos do rei e da rainha consorte a chance de ganhar uma estadia de duas noites em um de seus hotéis. Para poder ganhar o benefício, no entanto, o nome da pessoa deve ser registrado como Charles ou Camilla. Aqueles com nomes parecidos com os dos soberanos, mas não iguais, ficarão de fora da brincadeira.

Charles e Camillas espalhados pelo Reino Unido também terão a oportunidade de visitar gratuitamente o Parque Bletchley, a cerca de 80 quilômetros de Londres. O local é uma antiga instalação militar utilizada durante a Segunda Guerra Mundial para atividades britânicas de quebra de códigos secretos. A entrada para adultos custa normalmente 25,50 libras esterlinas, o equivalente a R$ 160.

Ao The Guardian, a empresária Catherine Shuttleworth, diretora executiva da Savvy Marketing, afirmou que, apesar de muitas promoções em virtude da coroação terem sido bem recebidas pelo público, em outras as empresas erraram a mão. A Tesco, por exemplo, uma multinacional varejista britânica, recebeu críticas por posicionar placas ao lado de papel higiênico e produtos de higiene que sugeriam algo como "vamos celebrar a coroação do rei". Catherine acredita, ainda, que promoções como "ganhe um café se seu nome for Charles ou Camilla" não parecem muito inclusivas, sobretudo com os britânicos que moram longe das cidades.

Últimas