Rússia x Ucrânia

Internacional Enquanto Rússia diz ter perdido 498 soldados, Ucrânia afirma que Exército de Putin teve 7.000 baixas

Enquanto Rússia diz ter perdido 498 soldados, Ucrânia afirma que Exército de Putin teve 7.000 baixas

Oficiais dos dois lados travam guerra de informações ao divulgar números discrepantes desde o início do conflito no Leste Europeu

  • Internacional | Do R7, com informações da AFP e da Reuters

Militares ucranianos em memorial de guerra

Militares ucranianos em memorial de guerra

STR/Ukrainian President press-service/AFP - 20.1.2022

Fontes oficiais russas e ucranianas divulgaram nesta quarta-feira (2) dados distintos sobre o número de soldados mortos do Exército do presidente Vladimir Putin. Enquanto a Rússia confirma 498 baixas, a Ucrânia informa a morte de mais de 7.000 soldados de Moscou.

De acordo com o assessor militar ucraniano Oleksiy Arestovich, além dos mais de 7.000 soldados mortos, a Ucrânia prendeu centenas de tropas russas, incluindo oficiais superiores. As informações foram divulgadas pela Reuters.

Do outro lado, a Rússia divulgou também nesta quarta-feira um número bem inferior de mortos. Segundo o porta-voz militar Igor Konashenkov, o Exército russo sofreu 498 baixas nos sete primeiros dias de guerra.

"Infelizmente [...] tivemos perdas. 498 militares russos morreram [...] 1.597 de nossos camaradas ficaram feridos", disse Konashenkov, segundo reportado pela agência AFP.

Os números divulgados pelos russos contradizem também os dados trazidos pela vice-ministra da Defesa da Ucrânia, Hanna Maliar, na última sexta-feira (25). De acordo com a autoridade ucraniana, 800 militares da Rússia haviam sido mortos até aquele momento.

Últimas