Internacional Espanha bate recorde de casos de Covid pelo décimo dia consecutivo

Espanha bate recorde de casos de Covid pelo décimo dia consecutivo

País registrou 161.688 casos da doença nesta quinta, alcançando a incidência de 1.775 infectados a cada 100 mil habitantes

Agência EFE
Espanha, assim como o resto da Europa, enfrenta uma alta do número de casos da doença

Espanha, assim como o resto da Europa, enfrenta uma alta do número de casos da doença

Javier Soriano/AFP -22.12.2021

A Espanha registrou, pelo décimo dia consecutivo, recorde nos casos de infecção pelo novo coronavírus, com a notificação de mais 161.688 pessoas, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira (30) pelo Ministério da Saúde do país.

A incidência acumulada no território espanhol chegou a 1.775 casos para cada 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, de acordo com a mesma fonte. Ainda segundo o boletim do Ministério da Saúde, nas últimas 24 horas houve a notificação de mais 74 mortes em decorrência da Covid-19 no país.

Ao todo, desde o início da pandemia, já foram confirmados 6.294.745 positivos para o novo coronavírus e 89.405 vítimas da doença na Espanha. Atualmente, estão internadas 10.768 pessoas com diagnóstico confirmado de Covid-19 no país, o que representa 357 a mais do que o número divulgado no balanço da última quarta-feira (29).

Na UTIs das unidades de saúde espanholas a taxa de ocupação dos leitos com pessoas infectadas pelo novo coronavírus é de 42%, o que indica uma disparada na comparação com os dados da véspera, quando o índice foi de 19,1%.

Com os indicadores em alta na sexta onda de contágio, a Espanha se prepara para as festas de Réveillon com limitações nos horários de funcionamento de estabelecimentos e na capacidade de clientes, na maioria das regiões.

Em dez das 17 comunidades autônomas espanholas haverá algum tipo de restrição ou proibição, inclusive com a adoção de toque de recolher.

Em Madri, capital do país, foi registrado novo recorde de casos, com 21.364. O Réveillon será celebrado na Porta do Sol, que, no ano passado, ficou fechada ao público.

No entanto, na praça localizada no centro da cidade, o público máximo permitido será de 7 mil pessoas, com obrigatoriedade do uso de máscara, apesar de se tratar de evento ao ar livre.

Últimas