Internacional Esposa do famoso traficante mexicano El Chapo é presa nos EUA

Esposa do famoso traficante mexicano El Chapo é presa nos EUA

Emma Coronel Aispuro, de 31 anos, foi acusada de conspiração para distribuir heroína, cocaína, maconha e metanfetaminas

  • Internacional | Do R7, com Reuters

Emma foi acusada de conspiração para distribuir heroína, cocaína, maconha e metanfetaminas

Emma foi acusada de conspiração para distribuir heroína, cocaína, maconha e metanfetaminas

KENA BETANCUR / AFP

A esposa de Joaquin Guzman, conhecido como El Chapo e ex-líder do cartel de drogas mexicano de Sinaloa, foi presa nesta segunda-feira (22) por suposto envolvimento no tráfico internacional de drogas, segundo o Departamento de Justiça dos EUA.

Emma Coronel Aispuro, de 31 anos, que foi presença constante no julgamento de seu marido há dois anos, foi presa no Aeroporto Internacional Dulles, no norte da Virgínia, e deve se apresentar a um tribunal federal em Washington na terça-feira (23).

>>Leia também: EUA acreditam que 'El Chapo' pediu tempo ao ar livre para tentar fuga

Emma foi acusada de conspiração para distribuir heroína, cocaína, maconha e metanfetaminas para importação ilegal para os Estados Unidos, disse o Departamento de Justiça. Segundo a denúncia, ela conspirou para importar e distribuir nos EUA "um quilo ou mais de heroína, 5 kg ou mais de cocaína, 1 tonelada ou mais de maconha e 500g ou mais de metanfetaminas".

Ela também é acusada de ter ajudado a planejar e executar a espetacular fuga de Guzmán da penitenciária de segurança máxima de Altiplano, na Cidade do México, onde ele cumpria pena em julho de 2015. Coronel também teria iniciado planos para outra fuga do marido após sua última prisão em 2016, mas ele foi extraditado para os EUA antes.

Guzman foi condenado à prisão perpétua em julho de 2019 por tráfico de toneladas de drogas e envolvimento em várias conspirações de assassinato como um dos principais líderes do Cartel de Sinaloa, uma das maiores e mais violentas organizações de tráfico de drogas do México. Ele está preso desde 2016.

>>Leia também: Defesa de El Chapo recorre da sentença de prisão perpétua

Últimas