Estado Islâmico

Internacional Estado Islâmico anuncia a morte do próprio líder 

Estado Islâmico anuncia a morte do próprio líder 

De acordo com o grupo terrorista, Abu Hassan al-Hashimi al-Qurashi foi morto 'enquanto lutava contra os inimigos de Deus'

AFP
Resumindo a Notícia
  • O Estado Islâmico anunciou nesta quarta-feira (30) a morte do próprio líder

  • Segundo o grupo terrorista, o homem foi morto 'enquanto lutava contra os inimigos de Deus'

  • Um novo líder já foi nomeado para o lugar de Abu Hassan al-Hashimi al-Qurashi

  • Não há detalhes sobre as circunstâncias nem sobre a data da morte do antigo dirigente

Estado Islâmico anunciou morte do próprio líder nesta quarta-feira (30)

Estado Islâmico anunciou morte do próprio líder nesta quarta-feira (30)

Wikimedia Commons

Derrotado no Iraque e na Síria, o grupo Estado Islâmico anunciou nesta quarta-feira (30) a morte do próprio líder, o iraquiano Abu Hassan al-Hashimi al-Qurashi, e disse que ele foi morto "enquanto lutava contra os inimigos de Deus".

Em uma mensagem de áudio, o porta-voz do grupo extremista, Abu Omar al-Muhajir, informou que um novo "califa dos muçulmanos", Abu al-Hussein al-Husseini al-Qurashi, havia sido nomeado.

Ele não forneceu detalhes sobre as circunstâncias nem sobre a data da morte do antigo líder.

Assim como os antecessores, o novo dirigente inclui em sua alcunha o sobrenome Al-Qurashi, referente à tribo do profeta Maomé, de quem o autoproclamado "califa" deve ser descendente.

O Estado Islâmico conquistou grandes faixas de território na Síria e no Iraque em 2014, mas o autoproclamado "califado" do grupo terrorista foi derrubado em 2017 e 2019, respectivamente.

Desde então, a organização do Estado Islâmico vem sendo enfraquecida pela morte ou pela captura de seus líderes.

O primeiro chefe do grupo, Abu Bakr al-Baghdadi al-Qurashi, foi morto durante um ataque dos Estados Unidos na Síria, em 2019.

O sucessor dele, Abu Ibrahim al-Hashimi al-Qurashi, foi morto em fevereiro, em um ataque das forças especiais americanas no noroeste do país.

Últimas