Rússia x Ucrânia

Internacional EUA advertem que nova coluna militar russa avança para Kiev a partir do nordeste

EUA advertem que nova coluna militar russa avança para Kiev a partir do nordeste

Funcionário do Departamento de Defesa revelou que tropas da Rússia estariam a 60 km da capital da Ucrânia

AFP
Soldados ucranianos patrulham estradas que levam a Kiev

Soldados ucranianos patrulham estradas que levam a Kiev

Aris Messinis/AFP - 6.3.2022

Os Estados Unidos informaram nesta terça-feira (8) que uma nova coluna militar russa avança rumo a Kiev a partir do nordeste da capital ucraniana, enquanto o principal contingente das forças de Moscou que vem do norte está paralisado há vários dias.

"Queria chamar atenção para o fato de que [os russos] estão começando a tentar avançar para Kiev a partir do nordeste", disse a jornalistas um alto funcionário do Departamento de Defesa dos Estados Unidos sob a condição do anonimato.

"Calculamos que estão a 60 km da cidade", afirmou, sem poder informar quantos veículos militares estavam envolvidos.

Segundo esse funcionário do Pentágono, os russos foram "frustrados vindos do norte" para Kiev, uma frente que não avançou muito há vários dias, devido à resistência ucraniana e a problemas de logística e abastecimento.

Nesse sentido, mencionou a principal coluna russa com centenas de veículos que "não conseguiram se aproximar mais do que do aeroporto de Gostomel", a cerca de 20 km de Kiev, bem como outra linha, que está "bloqueada em Chernihiv", a 150 km da capital.

Esta terceira coluna, procedente do nordeste da cidade, faz parte do "esforço" de Moscou para "cercar Kiev e obrigá-la a capitular", expressou o funcionário. "Como não tiveram o avanço geográfico que esperavam, aumentaram o bombardeio da cidade com uma mistura de mísseis, foguetes, fogo de artilharia e ataques aéreos", acrescentou, destacando que cada vez mais civis têm sido afetados.

"Estão aumentando a pressão sobre Kiev", destacou, para acrescentar que "ainda acreditamos que esse é um de seus principais objetivos".

Últimas