Rússia x Ucrânia

Internacional EUA exigem 'libertação imediata' de jornalista detido na Rússia

EUA exigem 'libertação imediata' de jornalista detido na Rússia

Evan Gershkovich está preso há mais de duas semanas sob a acusação de espionagem

AFP
Resumindo a Notícia
  • Gverno dos Estados Unidos exige a "libertação imediata" de jornalista.

  • Profissional da imprensa americana foi preso na Rússia no dia 30 de março.

  • Governo russo acusa Evan Gershkovich de espionagem.

  • Moscou alega que jornalista coletou informações sobre a indústria de defesa

Jornalista americano Evan Gershkovich está preso na Rússia desde o dia 30 de março

Jornalista americano Evan Gershkovich está preso na Rússia desde o dia 30 de março

NATALIA KOLESNIKOVA / AFP -0 18/04/2023

O governo dos Estados Unidos exige a "libertação imediata" do jornalista americano Evan Gershkovich, do Wall Street Journal, por considerar sua detenção na Rússia "injusta", declarou nesta terça-feira (18) o secretário de Estado, Antony Blinken, após uma reunião do G7 no Japão.

A embaixadora americana em Moscou, Lynne Tracy, foi autorizada a visitar Gershkovich na segunda-feira (17). O jornalista está preso há mais de duas semanas, depois de ter sido acusado de espionagem pelo governo russo. Uma audiência de apelação sobre a prisão provisória está prevista para esta terça-feira (18).

"Ele está bem de saúde e continua forte, apesar das circunstâncias", afirmou Tracy no Twitter depois de visitar o jornalista, de 31 anos.

Evan Gershkovich, correspondente em Moscou do Wall Street Journal e que já trabalhou para a AFP, foi detido pelos serviços de segurança russos em 30 de março, quando trabalhava na região de Ekaterimburgo.

As autoridades russas o acusaram, entre outras coisas, de coletar informações sobre a indústria de defesa. O processo acontece em sigilo.

Últimas