Ex-parlamentar republicano desiste de desafiar candidatura de Trump

Joe Walsh disse que não posso conter Trump em uma primária republicana, mas que pode fazer o melhor para tentar detê-lo

Ex-parlamentar republicano Joe Walsh

Ex-parlamentar republicano Joe Walsh

Reuters/Mark Kauzlarich - 24.09.2019

Joe Walsh, um ex-parlamentar conservador norte-americano que se tornou radialista, desistiu de uma disputa com o presidente Donald Trump pela indicação presidencial do Partido Republicano. Ele também disse que apoiará um democrata na eleição de novembro.

"Não posso contê-lo (Trump) em uma primária republicana, mas com certeza posso fazer meu melhor para tentar detê-lo, unindo as pessoas", disse Walsh em uma entrevista à CNN nesta sexta-feira (7).

"Qualquer democrata seria melhor do que Trump na Casa Branca", disse ele mais tarde.

Walsh conquistou uma cadeira como congressista do Illinois em 2010 como membro do movimento de direita Tea Party, um grupo populista dissidente do Partido Republicano.

Dois anos depois, ele perdeu a vaga para a democrata Tammy Duckworth e se tornou radialista na área de Chicago. Embora menos da metade do país aprove a atuação de Trump como presidente, ele continua tendo grande apoio de seus correligionários.

Mark Sanford, ex-parlamentar da Carolina do Sul, desistiu de concorrer à indicação republicana em novembro. Bill Weld, ex-governador do Massachusetts e outro postulante do partido, fracassou quando tentou ganhar impulso nas pesquisas.

A campanha de Trump não respondeu de imediato a um pedido de comentário.