Internacional Ex-presidente Bush presta homenagem às vítimas do 11/09

Ex-presidente Bush presta homenagem às vítimas do 11/09

George W. Bush e a  Kamala Harris fizeram discursos na Pensilvânia durante cerimônia dos 20 anos dos atentados 

  • Internacional | Do R7 com EFE

Ex-presidente George W Bush durante homenagens às vitimas na Pensilvânia no 11/09

Ex-presidente George W Bush durante homenagens às vitimas na Pensilvânia no 11/09

Evelyn Hockstein/Reuters - 11/09/21

Homenagens são realizadas nos Estados Unidos em homenagem às vítimas do ataque terrorista de 11 de setembro que atingiu as torres gêmeas em Nova York,

Além dos dois aviões que avançaram contra o World Trade Center, sequestradores da rede terrorista Al-Qaeda, do Osama Bin Laden, arremessaram um terceiro avião contra o Pentágono, na capital Washington. Na Pensilvânia, um quarto avião foi derrubado em um campo vazio matando 44 passageiros.

O ex-presidente George W Bush, que comandava o país naquele ano, estava presente nas homenagens das vítimas daquele voo assim como a vice-presidente do país, Kamala Harris.

Durante a cerimônia, Bush declarou: "20 anos atrás o terrorismo nos mostrou o que pode fazer, mas as pessoas que estavam naquele avião sequestrado ligaram para os seus queridos e mostraram que podiam transformar o mal que estavam fazendo naquele momento."

O ex-presidente Bush defendeu que o país lute contra extremistas violentos dentro e fora do território, em discurso pelos 20 anos dos atentados de 11 de setembro. "São filhos do mesmo espírito infame, e é nosso dever seguir os enfrentando."

Kamala Harris em cerimônia em homenagem às vítimas do 11 de setembro na Pensilvânia

Kamala Harris em cerimônia em homenagem às vítimas do 11 de setembro na Pensilvânia

Evelyn Hockstein/Reuters - 11/09/21

Kamala lembrou que as pessoas que estavam naquele avião não se conheciam, mas se uniram para salvar a vida de outras pessoas. "Devemos continuar a lembrar e homenagear a memória deles, daquelas pessoas que estavam naquele avião, como se fosse as nossas, a união deles naquele momento serve de exemplo para todos nós, que sejamos unidos como uma nação."

O atual presidente americano, Joe Biden, ao encerrar a cerimônia no memorial de Manhattan, em Nova York, deve seguir para a Pensilvânia.

Últimas