Internacional Explosão de oleoduto deixa 29 mortos e 61 feridos no México

Explosão de oleoduto deixa 29 mortos e 61 feridos no México

Segundo informações, pessoas aproveitavam um vazamento para levar combustível em baldes quando a explosão ocorreu

Fogo após um vazamento de combustível que feriu as pessoas que se aglomeravam para recolher o líquido

Fogo após um vazamento de combustível que feriu as pessoas que se aglomeravam para recolher o líquido

EFE

Um oleoduto da empresa estatal de Petróleos Mexicanos (Pemex) explodiu na sexta-feira (18), no estado central de Hidalgo, no México, deixando pelo menos 29 mortos e 61 feridos. 

O acidente ocorreu durante no final da noite de ontem, no município de Tlahuelilpan, quando dezenas de pessoas aproveitavam o vazamento no local para transportar o combustível em baldes e vasilhas.

O prefeito do município, Juan Pedro Cruz, disse à imprensa que o vazamento do gasoduto aconteceu às 17h, hora local, e o Exército mexicano foi enviado à região para isolar a área, mas não conseguiram controlar cerca de 200 pessoas que recolhiam o combustível.

Em comunicado, a Pemex informou que os profissonais especializados, em coordenação com as autoridades de todos os níveis, cuida do fogo no oleoduto Tuxpan-Tula, no município de Tlahuelilpan, informou Alfonso Durazo da Secretaria de Segurança e Proteção dos Cidadãos.

O acidente em meio a uma crise de desabastecimento de combustível, devido à sabotagem persistente de oleodutos da Pemex, o que impede a restauração completa da oferta, e levou o Executivo a reforçar a segurança na área .

Durante os últimos 15 dias, estados sofrem com a falta de gasolina por uma mudança no padrão de fornecimento Pemex, porque em vez de utilizar os oleodutos, a empresa está utilizando caminhões de transporte de combustível com o objetivo de impedir ou reduzir o roubo.

Segundo a Pemex, o rombo bilionário de 2018 provocou perdas cerca de 65.000 milhões de pesos ou 3.416 milhões de dólares.