Explosão do vulcão Taal nas Filipinas retira milhares de pessoas de casa

Autoridades do país elevaram nível de alerta para 4 (erupção perigosa iminente) e ordenaram a saída de pessoas em um raio de 14 km

Vulcão é o segundo mais ativo do país

Vulcão é o segundo mais ativo do país

Reuters

Milhares de pessoas tiveram que deixar suas casas às pressas neste domingo (12) após o vulcão Taal, nas Filipinas, explodir e soltar fumaça na atmosfera.

O Instituto Filipino de Vulcanologia e Sismologia elevou o nível de alerta em relação ao Taal de 3 (agitação magmática) para 4 (erupção perigosa iminente), às 19h30 (8h30 no horário de Brasília).

Embora o vulcão — o segundo mais ativo do país — esteja localizado em uma ilha, a atividade dele impactou moradores de cidades próximas, já que houve terremotos vulcânicos e cinzas densas se espalhando em um raio de 65 km ao sul de Manila, a capital.

O aeroporto internacional de Manila suspendeu as operações por tempo indeterminado. Dezenas de voos haviam sido cancelados ao longo deste domingo.