Internacional Fundação britânica enviará manada de elefantes para o Quênia

Fundação britânica enviará manada de elefantes para o Quênia

Animais serão transportados de avião, uma carga de 25 toneladas; 13 mamíferos voltarão ao habitat natural em 2022

AFP

Yasuyoshi Chiba/AFP - 2.3.2021

Uma manada de elefantes, atualmente vivendo em um parque de animais no sul da Inglaterra, será enviada de avião para o Quênia, onde será reintroduzida em seu hábitat natural.

Segundo a Fundação Aspinall, que organiza a operação, é a primeira vez que isso será feito. 

A diretora de comunicação desta organização conservacionista é Carrie Johnson, mulher do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson.

Nesta operação, 13 elefantes serão transferidos no ano que vem do Howletts Wild Animal Park, em Kent, para o sul do Quênia, a 7 mil quilômetros de distância.

A Fundação Aspinall quer transportar por via aérea esta manada, uma carga de 25 toneladas que Nguvu, um filhote de elefante nascido em março de 2020.

"Depois de anos pesando riscos e benefícios, nos decidimos por esse projeto sem precedentes, realmente inédito no mundo", escreveram Carrie Johnson e o presidente da Fundação, Damian Aspinall, nas colunas do jornal The Sun

"É a primeira vez que se reintroduz uma manada de elefantes reprodutores na natureza", acrescentaram.

Últimas