Internacional Governo russo diz que não há avanços significativos em negociações com a Ucrânia 

Governo russo diz que não há avanços significativos em negociações com a Ucrânia 

Delegações dos dois países chegarão nesta segunda-feira (28) à Turquia para que as conversações sejam retomadas 

AFP
Protestos em apoio à Ucrânia ocorrem em Londres

Protestos em apoio à Ucrânia ocorrem em Londres

Henry Nicholls/Reuters - 27.03.2022

Rússia e Ucrânia não alcançaram "avanços significativos" nas negociações para acabar com o conflito, no momento em que as delegações se preparam para uma nova rodada de conversações, afirmou nesta segunda-feira (28) o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.

"No momento, não podemos constatar nenhum progresso ou avanço significativo", disse Peskov à imprensa.

Ele destacou, porém, que é "importante" que os dois lados tenham decidido prosseguir com os diálogos presenciais.

Peskov declarou que as delegações chegarão nesta segunda-feira à Turquia e que é "pouco provável" que as conversações sejam retomadas no mesmo dia.

O presidente turco Recep Tayyip Erdogan aceitou receber as negociações em Istambul durante uma conversa telefônica com o presidente russo Vladimir Putin.

Na rodada anterior de negociações entre Rússia e Ucrânia organizada na Turquia, em Antalya, no dia 10 de março, nenhum avanço importante foi registrado. Os dois lados conversam regularmente por videoconferência desde que a Rússia iniciou a ofensiva na Ucrânia no fim de fevereiro.

Últimas