Internacional Grupos pró-russos fazem manifestação na Alemanha

Grupos pró-russos fazem manifestação na Alemanha

Comunidade russa no país denuncia que seus membros estão sofrendo discriminação desde que começou a guerra na Ucrânia

AFP
Homem desaprova manifestação pró-Rússia na Alemanha

Homem desaprova manifestação pró-Rússia na Alemanha

Yann Schreiber / AFP - 10/04/22

A comunidade russa na Alemanha organizou, neste fim de semana (9 e 10), várias manifestações para denunciar que seus membros sofrem discriminação desde que começou a guerra na Ucrânia.

Neste domingo (10), cerca de 600 pessoas que portavam bandeiras tricolores russas se juntaram no centro de Frankfurt sob o lema "contra o ódio e a intimidação", constatou a AFP.

A passeata começou em um bairro onde estão grandes bancos e se aproximou de um protesto em apoio à Ucrânia que reuniu cem pessoas, mas ambos os grupos foram mantidos separados por um cordão policial.

Os organizadores da manifestação pró-Rússia tentavam chegar ao principal cemitério da cidade para depositar flores no túmulo dos soldados soviéticos mortos durante a Segunda Guerra Mundial.

No início do protesto, havia um cartaz que dizia "Verdade e diversidade de opiniões mais que PROPAGANDA".

Em Hanover, no norte do país, centenas de pessoas convocadas pela comunidade russófona se concentraram, afirmou a polícia local à AFP.

Os manifestantes organizaram um comboio de veículos sob a estreita vigilância da polícia, e quase 3.500 pessoas se reuniram em uma contramanifestação de apoio à Ucrânia, informaram as forças de segurança.

As autoridades alemãs temem que aconteçam conflitos entre russos e ucranianos em seu território. 

Na Alemanha, há quase 1,2 milhão de pessoas originárias da Rússia e uma colônia de 325.000 ucranianos, aos quais se soma a recente chegada de cerca de 316.000 refugiados da guerra.

Desde que a invasão da Ucrânia pela Rússia começou, em 24 de fevereiro, a polícia registrou mais de 383 denúncias de delitos antirrussos e 181 infrações antiucranianas.

Últimas