Rússia x Ucrânia

Internacional Guarda Nacional ucraniana retoma controle de Chernobyl

Guarda Nacional ucraniana retoma controle de Chernobyl

Usina nuclear foi invadida por russos ainda na primeira semana do conflito na Ucrânia, permanecendo no local por mais de um mês

AFP
Sarcófago foi colocado sobre reator da usina que explodiu na década de 1980

Sarcófago foi colocado sobre reator da usina que explodiu na década de 1980

Sergei Supinsky/AFP - 13.4.2020

Varias divisões da Guarda Nacional da Ucrânia chegaram nesta terça-feira (5) à antiga usina nuclear de Chernobyl, após a retirada russa de 31 de março, anunciou a estatal Chernobyl NPP.

A "principal tarefa" dos guardas é "garantir a segurança e a defesa das instalações nucleares, assim como a proteção física do material nuclear", comentou a companhia em comunicado divulgado em redes sociais.

Após a retirada russa das instalações na semana passada, ainda está pendente uma inspeção da infraestrutura por parte das Forças Armadas ucranianas. Outra tarefa a ser realizada é a medição das radiações na usina e nas instalações onde as forças russas se alojaram, já que "ignoraram completamente as regras de segurança" durante a estada.

A estatal acrescenta que é preciso dar um descanso aos trabalhadores encarregados da manutenção da usina, entre eles 46 voluntários que assumiram as funções em 20 de março, durante o controle russo.

Também continuam em Chernobyl 13 funcionários que já acumulam mais de mil horas de trabalho e que estavam na usina quando as instalações foram capturadas, em 24 de fevereiro.

A antiga usina nuclear não está operacional, mas ainda requer tarefas de controle, análise e vigilância para gerir os resíduos no local.

Últimas