Internacional Guiné espera declarar o fim da epidemia de ebola no sábado (19)

Guiné espera declarar o fim da epidemia de ebola no sábado (19)

Experiência adquirida entre 2013 e 2016 e vacinação ajudaram o país a controlar a doença em apenas alguns meses

AFP
Guiné está há 42 dias sem registrar novos casos de Ebola

Guiné está há 42 dias sem registrar novos casos de Ebola

CAROL VALADE / AFP

A Guiné e a Organização Mundial da Saúde (OMS) esperam declarar neste sábado (19) o fim da epidemia de ebola, interrompida em somente alguns meses graças à experiência adquirida em 2013-2016.

A Guiné declarou o estado de epidemia em 14 de fevereiro, mas espera que nesta sexta-feira alcance os 42 dias sem detectar novos casos - o dobro da duração máxima da incubação do vírus -, que é o limite estabelecido para poder declarar o fim da epidemia.

Segundo o escritório da OMS na Guiné, o vírus causou cinco mortes em 2021, enquanto foram registrados 23 casos (16 confirmados e 7 prováveis).

"Nos preparamos para, nos próximos dias, informar o fim da circulação do vírus do ebola, mais precisamente em 19 de junho de 2021", afirmou o ministro da Saúde da Guiné, Rémy Lamah, durante uma vídeoconferência da OMS.

A diretora da OMS para a África, Matshidiso Moeti, destacou que graças às "inovações e às lições aprendidas, a Guiné conseguiu conter o vírus em apenas quatro meses, impedindo que a doença se propagasse além de suas fronteiras".

Os pacientes suspeitos de portarem o vírus foram examinados rapidamente e submetidos a um monitoramento, assim como as pessoas com quem estiveram em contato, disse a responsável da OMS.

Além disso, cerca de 11.000 pessoas já se vacinaram contra a doença, como parte de uma campanha que começou nove dias depois que foi declarada a epidemia, acrescentou Moeti.

Os países vizinhos contribuíram para o combate, realizando testes de detecção nas fronteiras, disse ela.

Após a declaração de fim da epidemia, a Guiné deve entrar em um período de 90 dias de vigilância epidemiológica reforçada, explicou a OMS.

Últimas