Internacional Homem paga R$ 52 mil para assassino matar sua ex, sem saber que era um agente do FBI

Homem paga R$ 52 mil para assassino matar sua ex, sem saber que era um agente do FBI

Massimo Marenghi estava infeliz com a ordem de restrição imposta por sua ex-mulher e decidiu matá-la

  • Internacional | Do R7

Homem estava disposto a pagar R$ 52 mil reais para que sua mulher fosse morta

Homem estava disposto a pagar R$ 52 mil reais para que sua mulher fosse morta

Repodução/Facebook

Massimo Marenghi, de 56 anos, estava disposto a pagar US$ 10 mil (cerca de R$ 52 mil) para um assassino de aluguel matar sua ex-esposa, que impôs a ele uma ordem de restrição, o que o desagradou muito. Mas tudo deu errado, porque o homem não sabia que o matador era um agente do FBI disfaçado.

Esta trapalhada inacreditável fez o americano Marenghi ser declarado culpado por tentativa de homicídio, informou a Procuradoria dos EUA para o Distrito de Massachusetts, em um comunicado à imprensa.

O ex-marido ficará agora por volta de uma década na prisão, além de ter de pagar uma multa de mais de mais de US$ 250 mil (por volta de R$ 1,3 milhão). 

Marenghi fornecia ao homem que ele acreditava ser um assassino de aluguel fotos da mulher e informações detalhadas do condomínio onde ela vivia, sua rotina e como passar pela segurança do local. Ele pedia para que o trabalho fosse realizado em encontro no mês de janeiro de 2021, enquanto as crianças estivessem longe da mãe.

O agente afirmou que US$ 1.500 foram pagos adiantados e que o restante seria recebido após a conclusão do trabalho.

Boeing 737 vira hotel de luxo na Indonésia com diária de R$ 36 mil

Últimas