Internacional Homem perde parte do braço após ataque de jacaré na Flórida

Homem perde parte do braço após ataque de jacaré na Flórida

Greg Graziani trabalha no zoológico e está acostumado a lidar com répteis; cirurgia de amputação do membro durou nove horas

  • Internacional | Do R7

Greg Graziani perdeu parte de braço em ataque de jacaré em zoológico na Flórida, nos EUA

Greg Graziani perdeu parte de braço em ataque de jacaré em zoológico na Flórida, nos EUA

Reprodução Facebook/greg.graziani.39

Um especialista em vida selvagem de um zoológico perto da cidade de Tampa, na costa oeste da Flórida, nos Estados Unidos, perdeu parte de um braço após ser atacado por um jacaré "durante uma interação de rotina com os nossos grandes jacarés", disse o Florida Gator Gardens nas redes sociais.

Greg Graziani, de 53 anos, diretor de vida selvagem do zoológico, foi mordido por um grande jacaré, que praticamente decepou a parte inferior do braço esquerdo, como pode ser visto no raio-X e na foto compartilhada pelo parque Florida Gator Gardens nas redes sociais.

Graziani foi levado de helicóptero para o Hospital Geral de Tampa, onde os médicos encontraram uma de suas mãos "pendurada por um tendão e músculo", forçando seu braço a ser amputado abaixo do cotovelo, disse o parque.

Cirurgia de amputação levou nove horas

Cirurgia de amputação levou nove horas

Reprodução Facebook/FloridaGatorGardens

"Desnecessário dizer que esperávamos uma amputação a partir do momento" após o ataque do réptil, já que foi "uma lesão extrema, que deixou a mão de Greg ligada por um tendão e algum músculo que o cirurgião teve que destorcer seis vezes durante a cirurgia inicial", afirma.

O local, que também funciona como jardim botânico, viveiro e reserva de criação e formação, recordou que, "sempre que se trabalha com animais, há um risco [...]. Esse incidente poderia facilmente ter terminado em tragédia".

A cirurgia, que terminou com a amputação da parte inferior do braço, durou nove horas e conseguiu “preservar metade do antebraço”.

A Comissão de Conservação de Peixes e Vida Selvagem da Flórida (FWC, na sigla em inglês) continua investigando o incidente, que ocorreu na semana passada.

Uma vez recuperado da lesão, Graziani planeja retornar ao seu trabalho regular no Florida Gator Gardens. Lá "continuarei com todos os projetos incríveis nos quais temos colocado nosso coração nos últimos anos".

Pegadas gigantes de dinossauro são reveladas após seca em rio nos EUA

Últimas