Internacional Ilha atingida por terremotos em Portugal se prepara para possível desastre

Ilha atingida por terremotos em Portugal se prepara para possível desastre

São Jorge, nos Açores, já registrou mais de 2.000 tremores no espaço de uma semana e teme um evento sísmico maior

Reuters
Ilha de São Jorge, nos Açores, em Portugal

Ilha de São Jorge, nos Açores, em Portugal

Pedro Nunes/Reuters - 25.3.2022

Esperando pacientemente por um voo para a ilha vulcânica no meio do Atlântico que ele chama de casa, o empresário português Filipe Azevedo não consegue esconder o medo. São Jorge, nos Açores, está se preparando para o que pode ser um grande desastre natural.

A ilha de Portugal foi atingida por milhares de pequenos terremotos nos últimos dias, e há receio de que os mais de 2.000 tremores registrados desde o último sábado (19) possam gerar uma erupção vulcânica ou um poderoso terremoto.

“Estamos todos muito nervosos”, disse Azevedo, de 42 anos, no portão do aeroporto em São Miguel, a maior ilha dos Açores, a uma curta viagem de avião de São Jorge. “É um fenômeno para o qual não estamos preparados, [...] estamos todos muito assustados.”

Azevedo também está preocupado porque a incerteza da situação pode prejudicar o hotel do qual é proprietário, que ainda está se recuperando do impacto da Covid-19.

“Está vazio e continuará vazio”, disse, sobre o hotel. “Todo mundo está cancelando.”

O Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (Civisa) elevou o alerta vulcânico para o nível 4 na quarta-feira, em uma escala até 5, o que significa que há uma “possibilidade real” de que o vulcão entre em erupção pela primeira vez desde 1808.

Últimas