Guerra Israel x Hamas

Internacional Israel responde à provocação do Hezbollah e atinge alvos no Líbano

Israel responde à provocação do Hezbollah e atinge alvos no Líbano

Ofensiva foi uma resposta a mísseis lançados do território libanês algumas horas antes, segundo comunicado do Exército israelense

Agência Estado - Internacional
Força de Defesa Israelense revida ataques do Hezbollah no sul do Líbano

Força de Defesa Israelense revida ataques do Hezbollah no sul do Líbano

Jalaa Marey/AFP 10.10.23

A Força de Defesa Israelense (IDF) informou nesta terça-feira (10) que atingiu alvos do grupo terrorista Hezbollah no Líbano. A ofensiva foi uma resposta a mísseis lançados do território libanês algumas horas antes, segundo um comunicado publicado nas redes sociais do órgão.

"A IDF disse que está preparada para todos os cenários e continuará a proteger os residentes do Estado de Israel", afirma a nota.

O porta-voz da pasta, Daniel Hagari, revelou que foram identificados 15 lançamentos vindos do território do Líbano, dos quais quatro foram interceptados e dez caíram em áreas abertas.

Nesta segunda-feira (9), o movimento libanês pró-Irã Hezbollah disse ter bombardeado dois quartéis israelenses, em resposta à morte de três de seus membros em ataques do Exército israelense em uma zona fronteiriça do sul do Líbano.

Fronteira norte

A possibilidade de envolvimento do grupo libanês Hezbollah na guerra anunciada por Israel contra o grupo terrorista Hamas é, no momento, uma das maiores preocupações entre analistas de segurança. 

O Líbano faz fronteira com o norte de Israel — uma escalada nos ataques naquela região pode obrigar as forças israelenses a ter de lutar em duas frentes, com resultados imprevisíveis.

O fato de os dois grupos terem ligações com o Irã é outro complicador: o governo de Teerã é abertamente contra a existência de Israel e tem armas nucleares em seu arsenal.

Mortos

O número de israelenses mortos nos confrontos Hamas-Israel passou de mil nesta terça-feira, o quarto dia desde a ofensiva do grupo terrorista no território. Entre as vítimas estão também mais 700 palestinos. No total, 1.700 pessoas perderam a vida.

O Exército israelense afirmou que localizou 1.500 corpos de membros do Hamas, mas esse número não foi incluído na última atualização. Somado esse dado, a quantidade de mortos nos confrontos passa de 3.000.

Domo de Ferro: como funciona o sistema antimíssil de Israel

Últimas