Internacional Itália vai garantir reconstrução do teatro alvo de bombardeio na Ucrânia

Itália vai garantir reconstrução do teatro alvo de bombardeio na Ucrânia

Local, que funcionava como abrigo para mais de mil pessoas, foi parcialmente destruído após ataque aéreo

Agência EFE
Teatro de Mariupol, que servia de abrigo, foi bombardeado na última quarta-feira (16)

Teatro de Mariupol, que servia de abrigo, foi bombardeado na última quarta-feira (16)

Handout/Telegram/pavlokyrylenko_donoda/AFP - 17.3.2022

O ministro da Cultura da Itália, Dario Franceschini, anunciou nesta quinta-feira (17) que o gabinete de governo do país aprovou proposta para destinar meios e recursos para a reconstrução do teatro da cidade de Mariupol, no sudeste da Ucrânia.

O equipamento cultural foi bombardeado pelas forças militares da Rússia, mesmo estando servindo de refúgio para, pelo menos, mil pessoas.

"A Itália está pronta para reconstruir o Teatro de Mariupol. Foi aprovada pelo Conselho de Ministros minha proposta para oferecer à Ucrânia meios e recursos para reconstruí-lo quando for possível. Os teatros de cada país pertencem a toda a humanidade", escreveu Franceschini, em postagem no Twitter.

A instalação cultural foi bombardeada e reduzida a escombros na última quarta-feira (16), quando servia de abrigo para crianças e mulheres.

Nesta quinta-feira, o deputado Serhiy Taruta afirmou, em postagem no Facebook, que o 'bunker' subterrâneo no teatro "resistiu" e que as pessoas que estavam no local sobreviveram a um bombardeio.

Mariupol, que fica na região pró-russa de Donetsk, vem sendo alvo de ações das tropas russas desde o início da invasão da Ucrânia, em 24 de fevereiro.

Últimas