Internacional Jihad Islâmica afirma ter disparado mais de 100 foguetes de Gaza contra Israel

Jihad Islâmica afirma ter disparado mais de 100 foguetes de Gaza contra Israel

Bombardeio do Exército israelense matou o segundo principal líder do grupo; ofensiva feriu mais de 40 pessoas, e uma criança morreu 

AFP
Jihad Islâmica disparou mais de 100 foguetes contra Israel

Jihad Islâmica disparou mais de 100 foguetes contra Israel

MAHMUD HAMS / AFP

A organização Jihad Islâmica anunciou, nesta sexta-feira (5), que disparou "mais de 100 foguetes" de Gaza contra Israel, uma "resposta inicial" aos bombardeios israelenses contra o território palestino.

"Como resposta inicial à morte do comandante Taysir al Jabari e seus irmãos mártires, a Brigada Al Qods cobriu Tel Aviv, as cidades centrais israelenses e áreas próximas a Gaza com mais de 100 foguetes", disse a ala militar da Jihad Islâmica.

As fontes de serviços médicos e de segurança palestinos em Gaza confirmaram a morte do segundo principal líder do grupo após uma ação do Exército israelense. 

O ataque aéreo atingiu um prédio residencial e deixou pelo menos 40 pessoas feridas. No total, foram contabilizadas sete mortes, entre elas a de uma criança de 5 anos, segundo o Ministério da Saúde da Palestina.

Autoridades palestinas em Gaza afirmam também que o prédio atingido, localizado no centro da cidade de Gaza, era o endereço de escritórios de imprensa e de organizações não governamentais.

Últimas