Internacional Jovem faz currículo à mão, mobiliza a Argentina e consegue emprego

Jovem faz currículo à mão, mobiliza a Argentina e consegue emprego

Funcionária de loja se comoveu com a história de Carlos e história viralizou nas redes sociais. Jovem conseguiu emprego em uma fábrica de vidro

  • Internacional | Carolina Vilela*, do R7 com agências internacionais

Jovem que fez currículo à mão consegue emprego

Jovem que fez currículo à mão consegue emprego

Reprodução/Facebook

Um jovem de 21 anos desempregado comoveu uma mulher ao entregar a ela um currículo feito a mão, em Córdoba, na Argentina. As informações são do jornal Clarín.

Eugenia Lopez, funcionária do estabelecimento, contou em relato no Facebook que a loja estava cheia de gente quando Carlos Duarte chegou. Quando ela pediu que ele entregasse o currículo, Carlos pediu desculpas e explicou que não tinha dinheiro para imprimi-lo. 

No relato, Eugenia afirmou que disse para o garoto não se preocupar, sentar na mesa onde ela trabalha, que ela levaria uma folha para que ele fizesse o currículo à mão, mas Carlos respondeu a ela que iria fazer no caderno que havia levado. 

A publicação viralizou nas redes sociais e, de acordo com o jornal, o jovem conseguiu um emprego.

"O que mais agradeço a Euge é que ele não me rejeitou. Me escutou e recebeu o caderninho que eu lhe dei com muita vergonha... Se ele teve pena? Não, ele acreditou em mim, me viu honesto e com fome".

Carlos conseguiu o trabalho em uma fábrica de vidro com a ajuda do Município de Córdoba, que se interessou pelo caso do garoto e deve começar a trabalhar nesta quinta-feira (27). 

"Já sonho com meu primeiro salário e com o que vou fazer: vou preparar um churrasco para o as minhas pessoas queridas e darei um presente especial para Eugenia, que é meu anjinho", afirmou o garoto ao Clarín.

Crise na Argentina e greve

A Argentina vive um período de crise econômica e desde o início do ano, o peso argentino perdeu metade de seu valor; a inflação prevista para 2018 é de 42% e o país está em recessão.

Nesta terça-feira (25), uma paralisação foi convocada pelas principais centrais sindicais argentinas e afetou transportes públicos, aeroportos e bancos no país. O objetivo da greve é protestar contra as medidas de ajuste econômico anunciadas pelo presidente Mauricio Macri.

*Estagiária do R7 com supervisão de Cristina Charão

Últimas