Internacional Jovem inglês encontra mãe e irmã mortas enquanto preparavam festa de aniversário surpresa 

Jovem inglês encontra mãe e irmã mortas enquanto preparavam festa de aniversário surpresa 

No dia em que completou 26 anos, Tyla Wanstall chegou à van que a família usava para vender hambúrgueres, e viu os dois corpos

  • Internacional | Do R7

Tyla Wanstall, 26 anos, encontrou a mãe e a irmã mortas no dia do seu aniversário

Tyla Wanstall, 26 anos, encontrou a mãe e a irmã mortas no dia do seu aniversário

Reprodução / Redes Sociais (Facebook)

Tyla Wanstall, 26 anos, encontrou os corpos de sua mãe, Leah Churchill, 50, e de sua irmã, Brooke Wanstall, 17, ao chegar ao trabalho, em 14 de fevereiro. Quando ele entrou no Meat 'N' Greet Snack Wagon, van que a família usa para preparar e vender hambúrgueres, em Whitstable, Kent, no Reino Unido, viu as duas caídas, já sem vida. Elas estavam entre balões e outros artigos de festa, decorando o local para fazer uma surpresa para ele, que fazia aniversário naquele dia.

As autoridades acreditam que elas morreram devido a uma intoxicação por monóxido de carbono, o que ainda não foi confirmado. O gás teria vazado depois da mãe ligar um gerador a gasolina, para manter as duas aquecidas.

"Mamãe usava aquele gerador todos os dias, mas acho que ela não pensou, nem por um segundo, em como seria catastrófico ligá-lo dentro da van", falou Tyla.

Para o jovem, é surpreendente elas terem sido envenenadas por 'respirar apenas poucas vezes' o ar contaminado com o gás tóxico.

“Eu não tinha ideia da rapidez com que o monóxido de carbono pode matar. Respirar no local contaminado, mesmo poucas vezes, já é suficiente", disse Tyla, a jornais do Reino Unido.

Leah Churchill, 50 anos, e Brooke Wanstall, 17, mãe e irmã de Tyla

Leah Churchill, 50 anos, e Brooke Wanstall, 17, mãe e irmã de Tyla

Reprodução / Redes Sociais (Facebook)

"Espero que, ao ouvir sobre o que aconteceu, as pessoas saiam de casa e gastem algumas libras na compra de um alarme contra vazamento de monóxido de carbono (CO), para ajudar a proteger suas famílias e entes queridos", completou.

Tyla, que tem um filho de quatro meses, contou que, inicialmente, pensou que a família estava tentando pregar uma peça nele.

Só se deu conta da realidade quando tocou a mãe e sentiu que ela estava "com frio". Daí, entendeu "o que tinha acontecido".

"É de partir o coração pensar que elas passaram seus últimos momentos tentando por um sorriso no meu rosto", desabafou.

Ele descreveu Leah, sua mãe, que trabalhava no setor de hotelaria, como "uma mulher gentil, que faria qualquer coisa por qualquer pessoa”. Ela deixa outros dois filhos: Ocean, de 23 anos, e Sonny, 12.

Últimas