Internacional Kiev decreta toque de recolher a partir das 17h de hoje às 8h de segunda-feira

Kiev decreta toque de recolher a partir das 17h de hoje às 8h de segunda-feira

Medida ocorre enquanto a Ucrânia tenta resistir à invasão militar russa com combates no centro da capital

  • Internacional | Do R7

Militar ucraniano passa por veículo danificado, em local de combate com tropas russas em Kiev

Militar ucraniano passa por veículo danificado, em local de combate com tropas russas em Kiev

Valentyn Ogirenko/Reuters - 26.02.2022

A prefeitura de Kiev, capital da Ucrânia, decretou neste sábado (26) um toque de recolher que entrará em vigor a partir das 17h locais (12h em Brasília) e irá até às 8h da próxima segunda-feira (28). O país tenta resistir à invasão militar russa com combates no centro da cidade.

A assessoria da prefeitura informou em um comunicado que todas as pessoas que estiverem nas ruas durante o período do toque de recolher "serão consideradas membros de grupos sabotadores inimigos".

Ucranianos comuns têm se alistado no Exército para defender seu país desde a invasão russa na última quinta-feira (24). Com pouca ou nenhuma experiência, homens e mulheres se apresentam para receber equipamentos militares. Basta ter entre 18 e 60 anos e o passaporte ucraniano para servir.

Para o professor Felipe Loureiro, especialista do Departamento de Relações Internacionais da USP (Universidade de São Paulo), a resistência do povo ucraniano tem um caráter heroico. “O fato de vários civis se alistarem e soldados estarem segurando a invasão da Rússia resulta em uma resistência heroica”.

O presidente ucraniano Volodmir Zelenski também afirmou que está defendendo seu país diante dos ataques da Rússia, em um vídeo divulgado na última sexta-feira (25).

"Estamos todos aqui, nossos militares estão aqui, os cidadãos, a sociedade, estamos todos aqui, defendendo nossa independência, nosso Estado", disse.

Últimas