Internacional Kim Kardashian encontrará Trump por perdão a idosa presa por tráfico

Kim Kardashian encontrará Trump por perdão a idosa presa por tráfico

Estrela de reality shows norte-americanos quer discutir com o presidente uma reforma nas leis norte-americanas para casos de crimes não-violentos

  • Internacional | Fábio Fleury, do R7, com agências internacionais

Kim Kardashian irá à Casa Branca discutir caso de presa de 62 anos

Kim Kardashian irá à Casa Branca discutir caso de presa de 62 anos

Reprodução / Instagram

A estrela de reality shows Kim Kardashian deve se encontrar nesta quarta-feira com o presidente dos EUA, Donald Trump, para uma reunião que faz parte de sua campanha pelo perdão a uma idosa sentenciada a prisão perpétua por tráfico de drogas.

Segundo a rede de TV norte-americana Fox News, Kardashian fará uma primeira conversa com o assessor e genro de Trump, Jared Kushner, e depois terá uma conversa direta com o presidente. 

Prisão perpétua

O caso que ela irá discutir com Trump é o de Alice Johnson, presa há mais de 20 anos. Ela se envolveu com traficantes depois que, em poucos meses, seu filho morreu, ela se divorciou do marido e o banco executou a hipoteca e tomou sua casa.

Alice jamais vendeu ou comprou drogas, nunca cometeu um ato de violência, mas admitiu à polícia que ajudou na comunicação entre traficantes e, por isso, foi julgada por associação ao tráfico e lavagem de dinheiro. Foi condenada à prisão perpétua sem direito a liberdade condicional.

"Se você pensar sobre isso, que é uma decisão errada que ela tomou na vida e que por isso recebeu prisão perpétia sem a possibilidade de liberdade condicional, por conta de um primeiro crime, sem violência, tem algo muito errado com isso", afirmou Kardashian em entrevista à Fox News.

Em suas reuniões na Casa Branca, Kardashian vai defender junto a Kushner e Trump uma reforma das leis penais dos EUA, dando mais chance de reintegração para pessoas condenadas por crimes não-violentos.

Últimas