Internacional Líderes de partido de extrema-direita são condenados na Grécia

Líderes de partido de extrema-direita são condenados na Grécia

Milhares de pessoas foram para a porta do tribunal comemorar a condenação de políticos do partido Golden Dawn como organização criminosa, em Atenas

  • Internacional | Do R7, com Reuters

Milhares de pessoas foram para a porta de um tribunal em Atenas aplaudir a condenação de Nikos Michaloliakos, líder do partido Golden Dawn, em Atenas, nesta quarta-feira (7). Além dele, outros integrantes do partido de extrema-direita foram condenados por integrarem uma organização criminosa.

Líderes e membros do partido grego de extrema direita Golden Dawn foram considerados culpados de operar um grupo criminoso, segundo o tribunal de apelações grego, após um julgamento que durou cinco anos.

Golden Dawn entrou no parlamento pela primeira vez em 2012 com base em uma agenda anti-austeridade e anti-imigração, tornando-se o terceiro partido mais popular da Grécia no auge de sua pior crise financeira desde a Segunda Guerra Mundial.

Mas o assassinato do rapper de esquerda Pavlos Fyssas, de 34 anos, por um apoiador do partido em 2013, levou a uma repressão que levou promotores a prender e investigar líderes e legisladores da Golden Dawn em uma série de ataques, incluindo imigrantes.

O partido não conseguiu ganhar uma cadeira parlamentar nas eleições de 2019.

Gregos foram para a porta do Tribunal de Apelações comemorar condenação

Gregos foram para a porta do Tribunal de Apelações comemorar condenação

Reprodução/ Twitter/ @savvaskarma/ 07.10.2020

Os promotores acusaram 65 pessoas, incluindo 18 ex-legisladores da Golden Dawn de serem membros de um grupo criminoso. O tribunal também considerou o simpatizante da Golden Dawn, Yiorgos Roupakias, culpado de matar Fyssas.

Dezenas de outras pessoas em julgamento, membros do partido e supostos associados, enfrentam condenações por acusações que vão de assassinato a perjúrio, ligadas a uma onda de ataques violentos contra imigrantes e ativistas de esquerda.

Repercussão interna

O primeiro-ministro grego, Kyriákos Mitsotákis publicou em sua conta nas redes sociais que a condenação dos líderes 'neo-nazis' é um dia histórico para o país. "A democracia venceu hoje. Cabe a nós vencer todos os dias", destacou.

"Depois que o povo grego deixou de votar no partido neonazista Golden Dawn para o Parlamento na última eleição, hoje o sistema de justiça grego condenou sua liderança por operar como uma organização criminosa. Um dia verdadeiramente histórico para a Grécia, a democracia e o Estado de direito", destacou Mitsotákis.

Últimas