Internacional Madri amanhece debaixo de neve, voos são suspensos e ônibus param

Madri amanhece debaixo de neve, voos são suspensos e ônibus param

Capital da Espanha registrou na quinta-feira (7) a temperatura mais baixa dos últimos 25 anos: 35,8ºC negativos

  • Internacional | Do R7, com EFE

Com excesso de neve em ruas e avenidas da capital, veículos só podem andar com correntes

Com excesso de neve em ruas e avenidas da capital, veículos só podem andar com correntes

EFE/Ballesteros

A região de Madri, capital da Espanha, acordou neste sábado (9) coberta com uma espessa manta de neve que impede a mobilidade em ruas e avenidas.

Na capital o aeroporto de Barajas teve que suspender a atividade durante todo o dia e os ônibus pararam de circular.

O Metrô funciona em escala reduzida e os veículos só podem trafegar com correntes nas rodas (medida que permite a tração do automóvel mesmo sobre a neve). 

A forte nevasca começou na Espanha na quinta-feira (7), quando o país registrou o dia mais frio em 25 anos: foram 35,8ºC negativos.

Em Madri, a neve caiu pela primeira vez em quase uma década.

Últimas