Menina de 12 anos é atacada por tubarão em praia na Austrália

A garota teve ferimentos sérios nas pernas e perdeu muito sangue. Horas antes um ataque semelhante aconteceu na mesma região

A ilha onde a menina foi mordida é um ponto turístico

A ilha onde a menina foi mordida é um ponto turístico

Reprodução/ Reuters

Uma menina de 12 anos foi atacada por um tubarão no litoral nordeste da Austrália nesta quinta-feira (20). É o segundo ataque na região turística em poucos dias.

Os socorristas foram chamados a Cid Harbour, na Ilha Whitsunday, perto da Grande Barreira de Corais, na tarde de quinta-feira (horário local) e encontraram a menina com lesões nas pernas, disse Tracey Eastwick, gerente regional de operações de ambulância.

"As lesões da paciente são uma mordida de ataque de tubarão na área da coxa, com perda significativa de sangue", disse Eastwick a repórteres em Mackay, onde a menina está em estado grave no hospital.

"É horrível ... é bastante confuso ter dois incidentes semelhantes em menos de 24 horas", disse ela à Agência Reuters.

A ilha onde a menina foi mordida é um famoso ponto turístico a 900 km a noroeste da capital do estado, Brisbane.

Na última quarta-feira (19), aconteceu na mesma região o resgate dramático de Justine Barwick, 46 anos, que foi mordida por um tubarão enquanto nadava ao entardecer.

Barwick também foi gravemente ferida na perna e está internada em estado crítico.

A Austrália ficou atrás apenas dos Estados Unidos no número de ataques de tubarão em 2017, de acordo com o Arquivo Internacional de Ataque de Tubarão da Universidade da Flórida.

Nesta semana, o brasileiro Arthur Medici morreu em Massachussets, nos EUA, ao ser atacado por um tubarão.