Internacional México: dois morrem em queda de helicóptero após terremoto 

México: dois morrem em queda de helicóptero após terremoto 

Aeronave sobrevoava região afetada por tremores; ministro do interior do país e governador estavam no helicóptero, mas sobreviveram

  • Internacional | Ana Luísa Vieira, do R7, com Reuters

Pessoas saíram às ruas na Cidade do México após alarmes antissísmicos

Pessoas saíram às ruas na Cidade do México após alarmes antissísmicos

REUTERS/Edgard Garrido/16.02.2018

Depois que um terremoto de magnitude 7,2 graus na escala Richter atingiu o México nesta sexta-feira (16), duas pessoas morreram em um acidente envolvendo um helicóptero que sobrevoava a região de Oaxaca. Na aeronave estavam o ministro do interior do país Alfonso Navarrete e o governador do estado de Oaxaca Alejandro Murat, que sobreviveram. As informações são da agência de notícias Reuters.

Em post no Twitter, Navarrete lamentou as mortes. "Lamento profundamente o falecimento das pessoas que se encontravam no lugar onde caiu o helicóptero da Secretaria da Defesa Nacional", diz a publicação. O presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, também prestou condolências na rede social. 

A Secretaria de Governança do país, por sua vez, informou que os oficiais apresentam "contusões leves". 

Pelo menos 50 casas foram danificadas pelo terremoto no estado de Oaxaca — que, juntamente com a Cidade do México, ainda se recupera dos tremores que deixaram 220 mortos no país em setembro de 2017. Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos, o epicentro foi registrado a 25 quilômetros de profundidade, a cerca de 30 quilômetros da cidade de San Agustín Chayuco. 

Na principal metrópole do país, as pessoas saíram para as ruas na sexta-feira por causa dos alarmes antissísmicos. Aproximadamente um milhão de residências e estabelecimentos comerciais ficaram sem energia elétrica em decorrência dos tremores. 

Últimas