Rússia x Ucrânia

Internacional Ministro diz que Ucrânia receberá armas que permitirão 'derrotar o agressor'

Ministro diz que Ucrânia receberá armas que permitirão 'derrotar o agressor'

Dmytro Kuleba não revelou qual país ou organização enviará mais equipamentos bélicos ao país para enfrentar a Rússia

Agência EFE
Tanques da infantaria ucraniana em ação no país

Tanques da infantaria ucraniana em ação no país

Daniel Leal/AFP - 24.2.2022

O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, afirmou que o país receberá armas que permitirão derrotar o agressor, em mensagem de vídeo divulgada na rede social Facebook.

"Neste momento, enquanto falamos, estão sendo enviadas armas para a Ucrânia. Armas dos nossos amigos, que nos permitirão defender o nosso Estado, derrotar o agressor e expulsá-lo da nossa terra", disse o chefe da diplomacia ucraniana, que não especificou a origem da ajuda militar.

Na segunda-feira passada, a União Europeia concordou em criar um centro de compartilhamento de informações sobre os pedidos de ajuda militar da Ucrânia e as ofertas dos Estados-membros.

"Temos medo. Estamos sangrando. Vemos as nossas casas sendo destruídas, mas na realidade estamos ganhando", declarou Kuleba, ao acrescentar que "o mundo abriu uma segunda frente, diplomática", para apoiar a Ucrânia.

O comandante-chefe das Forças Armadas ucranianas, Valeri Zaluzhnyi, comentou que a resistência obriga as tropas russas a criar reservas para poderem continuar a ofensiva.

"O inimigo perdeu a iniciativa tática e reduziu o ritmo do seu avanço", analisou Zaluzhnyi, que acusou as tropas russas de "crimes de guerra" pelos ataques com mísseis contra cidades ucranianas.

Últimas