Guerra Israel x Hamas

Internacional Ministro israelense diz que não haverá água, luz e combustível para Gaza até reféns serem libertados

Ministro israelense diz que não haverá água, luz e combustível para Gaza até reféns serem libertados

Estima-se que grupo terrorista Hamas tenha sequestrado cerca de 150 pessoas no ataque de 7 de outubro contra Israel

  • Internacional | Do R7

Gaza fica sem luz, água e combustível após Hamas atacar Israel

Gaza fica sem luz, água e combustível após Hamas atacar Israel

MOHAMMED ABED / AFP - 12.10.2023

O ministro da Energia israelense, Israel Katz, afirmou que não haverá água, luz nem combustível para Gaza até que os reféns que estão sob o poder do Hamas sejam libertados.

A declaração foi feita na conta oficial do ministro nas redes sociais.

"Ajuda humanitária a Gaza? Nenhum interruptor elétrico será ligado, nenhum hidrante será aberto e nenhum caminhão de combustível entrará até que os sequestrados israelenses retornem para casa", publicou Katz.

Durante o ataque contra o território israelense, no sábado (7), os terroristas do Hamas sequestraram pelo menos 150 pessoas, segundo informações divulgadas pelas autoridades de Israel.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Acredita-se que o objetivo da organização terrorista seja trocar as pessoas sequestradas por membros do grupo presos em Israel. 

O ministro israelense da Defesa, Yoav Gallant, ordenou, na segunda-feira (9), um "cerco total" à Faixa de Gaza.

Gallant afirmou em um vídeo que o fornecimento de eletricidade, comida, água e gás seria bloqueado. 

"Estamos lutando contra animais e agimos em conformidade", acrescentou Gallant.

Nesta quarta-feira (11), a única usina de Gaza foi desligada e o fornecimento de energia estava sendo mantido por geradores, que podem parar de funcionar se acabar o combustível.

A ONU advertiu que os hospitais não podem atender sem luz. 

Últimas