Rússia x Ucrânia

Internacional Mulher de Zelenski ressalta força do povo e do presidente da Ucrânia: 'Estou ao lado dele'

Mulher de Zelenski ressalta força do povo e do presidente da Ucrânia: 'Estou ao lado dele'

Primeira-dama da Ucrânia é arquiteta e roteirista e tem destacado a força da mulher na resistência à invasão russa do país

  • Internacional | Do R7

Olena Zelenska e Volodmir Zelenski

Olena Zelenska e Volodmir Zelenski

Reprodução/Instagram/Olena Zelenska

A primeira-dama da Ucrânia, Olena Zelenska, escreveu em sua conta no Instagram que está ao lado do marido, o presidente Volodmir Zelenski, na luta contra a invasão do Exército da Rússia. 

"Meu querido povo! Ucranianos! Estou olhando para todos vocês. Todo mundo que vejo na TV, nas ruas, na internet. Eu vejo seus posts e vídeos. E sabe de uma coisa? Vocês são incríveis!", escreveu.

"Tenho orgulho de morar com você no mesmo país! Diz-se que muitas pessoas são uma multidão. Isso não se aplica a nós. Porque milhares de ucranianos não são uma multidão. Isso é um exército!"

"E hoje não terei pânico nem lágrimas. Estou tranquila e confiante. Meus filhos estão olhando para mim. Estou ao lado deles. E ao lado do meu marido. E com vocês. Amo vocês! Eu amo a Ucrânia!"

Quem é Olena Zelenska

Olena e Zelenski se casaram em 2003

Olena e Zelenski se casaram em 2003

Arquivo pessoal

Olena tem 44 anos, é arquiteta e roteirista. Ela estudou arquitetura na Faculdade de Engenharia Civil da Universidade Nacional Kryvyi Rih, mas acabou não trabalhando na área. Tornou-se escritora e foi trabalhar na produtora Kvartal 95 como roteirista. Foi na faculdade que Olena conheceu o marido, o então comediante Volodmir Zelenski. Eles se casaram em 2003 e tiveram dois filhos.: Alexandra Zelenskaya e Kirill Zelenski.

Em seu trabalho como primeira-dama, Olena destacou a importância da nutrição escolar e segurança alimentar, e da divulgação da língua ucraniana pelo mundo. Em junho de 2020, Olena foi diagnosticada com Covid-19, chegou a ser internada na UTI em Kiev, mas não precisou de intubação.

A importância das mulheres

Com a invasão russa, ela passou a destacar em suas mensagens a importância das mulheres na resistência. 

"Antes da guerra (como é assustador e ainda incomum dizer isso), uma vez escrevi que a Ucrânia tem 2 milhões de mulheres a mais em relação aos homens. O que era apenas estatística agora está assumindo um significado totalmente novo. Porque significa que nossa oposição atual também tem um rosto particularmente feminino. Minha admiração e reverência a vocês, compatriotas incríveis!", escreveu.

"As que lutam nas fileiras das Forças Armadas e as que se alistam na defesa. Aquelas que curam, salvam, alimentam. Voluntárias que encontram tudo o que precisam para isso. E as que continuam a desempenhar o seu trabalho habitual – em farmácias, comércios, transportes, utilidades, para que a vida continue e vença."

"Aquelas que levam crianças para abrigos todos os dias sem pânico e as entretêm com jogos e desenhos animados para salvar da guerra a mente das crianças. Aquelas que dão à luz em abrigos antiaéreos."

"Hoje é o primeiro dia da primavera. Lembra como todos nós nos cumprimentamos neste dia antes da guerra (de novo, aquela frase assustadora)? Assim, o sol já pode ser visto através da fumaça do bombardeio! Tudo será primavera, tudo será uma vitória, tudo será Ucrânia!"

Últimas