Internacional Museu da Violeta Parra diz que coleção não foi atingida por fogo

Museu da Violeta Parra diz que coleção não foi atingida por fogo

Nesta sexta (07), o museu em homenagem à artista chilena foi incendiado em meio aos confrontos entre manifestantes e polícia na praça Itália

Bombeiros trabalham para controlar incêndio de museu

Bombeiros trabalham para controlar incêndio de museu

Reprodução/Twitter

Um incêndio atingiu o museu em homenagem à compositora e cantora chilena Violeta Parra, que fica na região central de Santiago, no Chile. Durante os protestos diários, que ocorrem na Praça Itália, o espaço cultural foi incendiado. A direção anunciou que a coleção não foi atingida.

Chile tem dia de violência após morte de torcedor de futebol

Na conta oficial no Twitter, o museu afirmou que o incêndio que atingiu o espaço foi totalmente controlado pelos bombeiros. Explicou também que os funcionários que trabalham no local não sofreram ferimentos e estão bem.

O museo afirmou ainda que toda a coleção de obras da artista já havia sido retirada do espaço há algumas semanas, já que os protestos ocorrem diariamente nos arredores do museu. No dia 5 de fevereiro completou 53 anos da morte da artista chilena.

Não se sabe ao certo como o incêndio começou, e os estragos ainda serão avaliados. Publicações e vídeos nas redes sociais sugerem que o fogo teria começado com uma bomba disparada pela polícia durante os protestos.

Violeta Parra é considerada a artista fundadora do folclore chileno e uma compositora regravada por inúmeros intérpretes canções consagradas como Gracias a la Vida e Volver a Los 17.